Teoria

A Física Teórica no LAFEX

Nesta coordenação são desenvolvidos trabalhos teóricos nas áreas de Física Nuclear e Astrofísica, Teoria de Campos e Fenomenologia das Partículas Elementares, que estão relacionados direta ou indiretamente ao estudo das interações fundamentais na natureza dentro de uma larga faixa de energias. Atualmente o grupo de pesquisadores ligado às atividades teóricas é constituído de sete pesquisadores do quadro permanente associados a muitos pesquisadores colaboradores externos. Um representativo número de estudantes liga-se a estas pesquisas, participando dos diferentes programas de formação do CBPF (programa de Vocação, Iniciação Cientifica, Mestrado e Doutorado).  

Atividades em Física Nuclear e Astrofísica de Altas Energias

As pesquisas desenvolvidas em Física Nuclear têm se ocupado de vários temas de grande interesse na atualidade, em diferentes faixas de energia. Nas baixas energias busca-se a explicação para a estrutura e decaimentos de núcleos exóticos, superpesados e hipernúcleos, bem como o estudo dos fenômenos de fissão e fusão nucleares. Nas energias intermediarias e baixas visa-se as aplicações das reações nucleares no âmbito da Física de Reatores e da Física Médica, com a utilização recente de feixes carregados para terapias. Nas altas energias, os trabalhos focalizam a fenomenologia do plasma hadrônico e cromodinâmico, com ênfase no estudo das equações de estado da materia superdensa e nas características da transição de fase hadron-quark. Aspectos desta transição são investigados nas colisões nucleares relativísticas e ultras relativísticas dos grandes aceleradores (GSI, RHIC e LHC). 

A atuação em Astrofísica de Altas Energias esta voltada para o estudo de explosões de supernovas, estrutura e formação de objetos compactos (pulsares e estrelas de nêutron hibridas), juntamente com o papel dos neutrinos e sua difusão em meios estelares superdensos. O estudo das reações nucleares envolvendo núcleos exóticos liga-se diretamente aos problemas relacionados à nucleossíntese nos estágios regulares da evolução das estrelar bem como e a nucleossíntese explosiva em supernovas.

Atividades em Teoria de Campos e Fenomenologia das Partículas Elementares

As pesquisas nessa área de atividade têm como horizonte a descrição das interações fundamentais e sua possível aplicação à Física das Partículas Elementares e à Física da Matéria Condensada. São estudados diferentes aspectos do modelo de Glashow-Salam-Weinberg, relacionados com a sua supersimetrização, consequências de uma eventual quebra da simetria de Lorentz, modelos efetivos para confinamento, efeitos de diquarks escalares e vetoriais, estudo da consistência de teorias com anomalia na simetria de calibre, entre outros assuntos.

A teoria de campos também é abordada em aspectos de descrição efetiva, tais como suas aplicações a fenômenos críticos e no estudo de sistemas em dimensões menores que 4, onde tem relevância para a Física da Matéria Condensada, além de se constituir num autêntico “laboratório teórico”. Efeitos quânticos de teorias de gravitação e teorias com torção dinâmica também são estudados.

Há também uma relevante atuação em História e Filosofia da Física e em Ensino de Física, com produção contínua de material didático.

 

Sergio B. Duarte -- Responsável

Adolfo Pedro Carvalho Malbouisson

José Abdalla Helayël Neto

Emil de Lima Medeiros

Edgar Correa de Oliveira

Francisco Caruso Neto

Sebastião Alves Dias