Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

O olhar do diretor de arte

COLÓQUIOS DO CBPF

O olhar do diretor de arte

  

Gringo Cardia

ACASAGRINGOCARDIA Design

 

  

Local: Auditório Ministro João Alberto Lins de Barros, no CBPF, à rua Dr. Xavier Sigaud 150, Urca, Rio de Janeiro (RJ).

Dia: 24 de outubro 2017 (terça-feira).

Horário: 16h

Entrada gratuita, sem necessidade prévia de inscrição. Não servidores devem apresentar documento de identificação na portaria.

 

RESUMO

O designer, cenógrafo, diretor de arte Gringo Cardia fará a palestra ‘O olhar do diretor’. Formado em arquitetura, Cardia atua nas mais diversas formas de expressão artística - videoclipes, peças de teatro e dança, óperas, desfiles de moda, capas de discos e exposições. Entre outros, foi curador da exposição O poeta voador, do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, que contou com a curadoria científica de Henrique Lins de Barros, pesquisador do CBPF e especialista na vida e obra de Santos Dumont. A exposição ficou um ano em cartaz e conquistou a medalha de ouro no International Design & Communication Awards (IDCA), uma das principais premiações do mundo na área de museus.

 

BREVE CV

Responsável pela imagem de vários artistas e grupos da música nacional, fez cenários de shows, videoclipes e direção de arte de capas de disco como Tom Jobim, Maria Bethânia, Timbalada e Titãs. Fez cenários de várias peças, trabalhando com diretores como Mauro Rasi, Miguel Falabella, Hector Babenco e Antonio Abujamra. Projetou o novo Museu da Cruz Vermelha Internacional, em Genebra, na Suíça. Recebeu o prêmio internacional Nova Linguagem de Museus no European Award of Museums, em 2015, e o reconhecimento na categoria Melhor Cenografia de Exposição Temporária na 17ª edição da conferência internacional Communicating the Museum, em Québec, no Canadá. Criou, com a antropóloga Heloísa Buarque de Hollanda, a exposição Estética da Periferia, projeto que finalizou com a criação da Universidade das Quebradas, com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Para a Copa do Mundo de futebol em 2010, na África do Sul, criou a Casa Brasil e nas olimpíadas de Londres, em 2012, criou, com o Peoples Palace Project e a Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro, o projeto multimídia Rio London Occupation. É parceiro criativo e cenógrafo da Cia. de Dança Deborah Colker e criou junto com Deborah, o espetáculo “O Ovo” do Cirque Du Soleil, em turnê mundial há dez anos. Recebeu mais de 20 prêmios no Brasil e no exterior como curador, cenógrafo e designer. Fundador da ONG Escola Spectaculu de arte e tecnologia, junto com a atriz Marisa Orth, o artista Vik Muniz, a consultora de moda e arte Malu Barretto, e o designer Giovanni Bianco. A instituição existe há 18 anos e forma técnicos especializados para a área de espetáculos de televisão, teatro, cinema e eventos, direcionada para os jovens oriundos das periferias e favelas do Rio de Janeiro.

 

Mais informações sobre a palestrante:

http://www.spectaculu.org.br/

http://www.gringocardia.com.br

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página