Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ouvidoria da Mulher

A Ouvidoria da Mulher no CBPF, tem o objetivo de estabelecer canais de comunicação com as mulheres que possuem qualquer tipo de vinculo com a instituição, orientando e informando na busca e defesa dos direitos das mulheres. De forma geral, as questões levantadas pelas mulheres dizem respeito à violação de direitos associada à questão de gênero. Elas incluem desde sugestões, solicitações, reclamações, e até denúncias de crimes e pedidos de apoio a mulheres em situação de violência.

À Ouvidoria compete, ainda, orientar e informar sobre ações e políticas do CBPF, legislação, direitos, serviços da rede de atendimento à mulher vítima de violência, dentre outros, além de receber e encaminhar aos órgãos competentes as manifestações sobre a temática de gênero, denúncias de crimes contra a mulher, sugestões para implantação e melhoria das políticas e ações do CBPF, elogios das ações e/ou prestação de serviços, assim como reclamações a respeito da falta ou atendimento inadequado de um serviço.

É muito importante que as mulheres se conscientizem da importância de denunciar toda e qualquer forma de violência ou violação aos seus direitos, empoderando-se para ser autora de sua própria história. Silenciar é a forma mais eficaz de perpetuar a desigualdade e a impunidade. A participação ativa da mulher é fundamental para a construção de uma sociedade mais justa, pautada na igualdade entre homens e mulheres. Nesse contexto, a Ouvidoria constitui-se num espaço privilegiado de diálogo entre o Poder Público e a mulher. 

______________________________________________________________________

FALE CONOSCO

Como entrar em contato com a Ouvidoria da Mulher no CBPF?
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

______________________________________________________________________

DÚVIDAS FREQUENTES

• A Ouvidoria recebe apenas denúncias?
Além de denúncias, a Ouvidoria recebe pedidos de informação e orientação, elogios, reclamações, manifestações, sugestões e solicitações referentes à mulher brasileira e à questão de gênero.

• Por que devo me manifestar? 
É muito importante que as brasileiras se conscientizem da importância de se manifestar sobre toda e qualquer forma de violência ou violação aos seus direitos. A participação ativa das mulheres é fundamental para se construir uma sociedade mais justa, fundamentada na igualdade de gênero e no acesso igualitário ao trabalho, à renda, à saúde, à educação e à política.

• Ao me manifestar, preciso me identificar?
Não. As denúncias e outras demandas poderão ser realizadas de forma anônima, mantendo o sigilo das informações.

• O que acontece após o envio da manifestação?
Os casos são recebidos, analisados e encaminhados para os órgãos competentes, de forma a se buscar a satisfação das demandas, respondendo à manifestante sobre os encaminhamentos realizados pela Ouvidoria.

______________________________________________________________________  

CONSTITUIÇÃO DA COMISSÃO

  1. Barbara de Aguiar Costa (Técnica da COTEC)
  2. Daniela Leite (aluna de Pós-Graduação)
  3. Denise Coutinho de Alcantara Costa (Assistente em C&T da COTEC)
  4. Flavia Porto (FACC)
  5. Ligia MCS Rodrigues (Pesquisadora Aposentada da COTEO)
  6. Luzia Pereira do Amaral (Terceirizada da COINS)

______________________________________________________________________ 

Normas Gerais e Específicas

  1. Portaria Interna nº001/2017
  2. Cartaz
Fim do conteúdo da página