Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Pós-Graduação

imagem sem descrição.
ENGLISH ESPAÑOL

O Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas foi fundado em 1949 por um grupo de eminentes cientistas brasileiros, entre os quais, César Lattes, Jaime Tiomno e José Leite Lopes. Foi instituição pioneira na pesquisa científica em física experimental e teórica no Brasil, tendo exercido papel decisivo no desenvolvimento da física no país, formando as primeiras gerações de físicos brasileiros, que atuaram com destaque em instituições de pesquisa nacionais e internacionais. Pioneiro na pós-graduação em Física no Brasil, a primeira tese de Mestrado do CBPF foi também a primeira do país. Defendida em 23 de fevereiro de 1965 por Jorge Silvio Helman, e orientada por Walter Baltensperger, a tese, de apenas 14 páginas, com título Emissão Espontânea de Fônons por Portadores numa Rede Cristalina Perfeita a 0 K, investigou soluções aproximadas da equação de Boltzmann para elétrons em semicondutores. Portanto, a primeira tese do CBPF veio na área de Teoria da Matéria Condensada. A segunda tese foi a de Alberto Vidal Carrion, Equações Relativísticas para Partículas com Spin, orientada por José Leite Lopes. Esta tinha 20 páginas e foi apresentada em 5 de julho de 1965. Outras 4 teses seguiriam no mesmo ano. A primeira tese de doutorado defendida no CBPF foi a de Rogério C.T. da Costa, apresentada no dia 07 de dezembro de 1966, intitulada Sobre as flutuações na mecânica estatística, e orientada por H. Moisés Nussenzveig. A tese tinha 80 páginas. A partir de 1976, passou a integrar o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq. A partir de 2000, passou a fazer parte do Ministério da Ciência e Tecnologia, como uma de suas Unidades de Pesquisa.

O CBPF mantém importantes programas científicos em diversas áreas básicas e aplicadas da física, dentre as quais mencionamos: Física da Matéria Condensada, Informação Quântica, Ciência dos Materiais, Magnetismo e Supercondutividade, Nano-fabricação e Nanociência, Física de Sistemas Biológicos, Física Estatística e Sistemas Dinâmicos, Cosmologia e Relatividade, Altas Energias e Raios Cósmicos, Física Nuclear e Astrofísica, Física de Campos e Partículas, Geologia , Arqueologia, Física de Plasma Aplicada e Instrumentação Científica.

A área experimental do CBPF recebeu um grande investimento ao longo dos últimos anos, praticamente triplicando a sua capacidade experimental, e criando o Laboratório Nacional de Nanotecnologia, LABNANO, ao lado de vários outros novos laboratórios multiusuários. Isso tem atraído uma grande quantidade de estudantes, pós doutores e visitantes, que enriquecem a experiência dos nossos estudantes, criando um ambiente ativo e envolvente de pesquisa. No cenário nacional, o CBPF mantém colaborações com vários institutos de pesquisa e universidades, tendo contribuído ao longo dos anos com a formação de um grande número de pesquisadores no Brasil e no exterior, particularmente em países da América Latina. Periodicamente, o CBPF tem sediado uma série de Escolas e Workshops, que reúnem especialistas de todo o mundo, em diversas áreas, das quais podemos citar a Escola do CBPF, evento bi-anual que atrai cerca de 900 estudantes de graduação e pós-graduação de todo Brasil, a recém criada Escola de F;isica Experimental, onde por duas semanas estudantes podem ter uma experiência única de imersão nas atividades experimentais dos laboratórios do CBPF, a Escola de Gravitação e Cosmologia, a Escola de Nanofabricação, a Escola de Microscopia Eletrônica de Transmissão, a LISHEP, o ICAME e o LACAME, dentre outras.

O Programa de Pós-Graduação do CBPF completou, em 2012, 50 anos de existência, um marco histórico para a Física no Brasil e vem, desde sua criação, continuamente desenvolvendo pesquisa e ensino de pós-graduação em Física agindo como centro de pesquisa nacional de fomento e intercâmbio para a Física, apoiando os grupos que atuam em projetos teóricos e experimentais, em colaborações internacionais, sempre buscando atuar para avanços tecnológicos para a sociedade brasileira como pólo de integração entre fenomenologia e experimentação, atraindo visitantes, recém-doutores e estudantes.

Os estudantes de pós-graduação do CBPF encontram ampla infraestrutura de apoio à realização de seus trabalhos de tese, tais como: computadores individuais, oficinas mecânicas, biblioteca, líquidos criogênicos com produção local, laboratórios de preparação, tratamento e caracterização de amostras, laboratório de química, etc. Estudantes de Mestrado e Doutorado são fortemente encorajados a participarem em eventos científicos nacionais e internacionais, com apresentação de trabalhos e estabelecimento de vínculos científico com outras instituições de pesquisa. Para isso recebem apoio financeiro da Coordenação de Formação Científica do CBPF. Os estudantes do CBPF têm ampla participação no Conselho de Formação Científica através de um representante eleito que contribui para o debate contínuo sobre o aprimoramento da pós-graduação do CBPF e decisões sobre os investimentos prioritários na nossa infraestrutura de ensino e pesquisa.


Contato:
 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


João Paulo Sinnecker (Coordenador)
Tels: 2141-7509
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Elisabete Vicente de Souza 
Tels: 2141-7163
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

José de Almeida Ricardo 
Tels: 2141-7203
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 


ENGLISH

The Brazilian Center for Physical Research (CBPF) was founded in 1949 by a group of eminent Brazilian scientists, including César Lattes, Jaime Tiomno and José Leite Lopes. CBPF is and has been a pioneer in scientific research in experimental and theoretical physics in Brazil, having played a decisive role in the development of physics in the country, forming the first generations of Brazilian physicists, who have been prominent in national and international research institutions. From 1976, CBPF joined the National Council for Scientific and Technological Development (CNPq). From 2000, it became part of the Ministry of Science and Technology, as one of its Research Units.

CBPF maintains important scientific programs in several basic and applied areas of physics, among which we mention: Condensed Matter Physics, Quantum Information, Materials Science, Magnetism and Superconductivity, Nanofabrication and Nanoscience, Biological Systems Physics, Statistical Physics and Dynamical Systems, Cosmology and Relativity, High Energies and Cosmic Rays, Nuclear Physics and Astrophysics, Field and Particle Physics, Geology, Archeology, Applied Plasma Physics and Scientific Instrumentation.

The experimental area of the CBPF has received a great investment over the last years, practically tripling its experimental capacity, and creating the National Lab of Nanoscience and Nanotechnology, LABNANO, along with several other new multi-user laboratories. This has attracted a large number of students, postdocs and visitors, which enrich the experience of our students, creating an active and engaging research environment.

In the national scenario, CBPF collaborates with several research institutes and universities, and has contributed over the years to the training of a large number of researchers in Brazil and abroad, particularly in Latin American countries.

CBPF has periodically hosted a series of Schools and Workshops, bringing together experts from around the world in various areas, including the CBPF School, a bi-annual event that attracts about 900 graduate and postgraduate students of all Brazil, the recebtly created Experimental School, in which students engage a two week immersion experience into the several experimental activities of the CBPF labs, the School of Gravitation and Cosmology, the School of Nanofabrication, the School of Transmission Electron Microscopy, LISHEP, ICAME and LACAME, among others.

The CBPF Post-Graduation Program completed, in 2012, its 50th anniversary, a historical landmark for Physics in Brazil and since its creation has been continuously developing research and teaching of postgraduate in Physics acting as a center of national research,  fomenting and exchanging knowledge for Physics, supporting the groups that act in theoretical and experimental projects, in international collaborations, always seeking to act for technological advances for the Brazilian society as a pole of integration between phenomenology and experimentation, attracting visitors, recent doctors and students.

 


ESPAÑOL

El Centro Brasileño de Investigaciones Físicas (CBPF)  fue fundado en 1949 por un grupo de científicos brasileños eminentes, entre ellos César Lattes, Jaime Tiomno y José Leite Lopes. Fue y sigue siendo una institución pionera en la investigación científica en física teórica y experimental en Brasil, después de haber jugado un papel decisivo en el desarrollo de la física en el país, la formación de la primera generación de físicos brasileños que han trabajado un lugar destacado en las instituciones de investigación nacionales e internacionales. Desde 1976, se unió al Consejo Nacional de Desarrollo Científico y Tecnológico - CNPq. Desde el año 2000, pasó a formar parte del Ministerio de Ciencia y Tecnología, actualmente el Ministério de Ciencia, Tecnologia, Inovacíon y Comunicaciones, como una de sus unidades de investigación.

CBPF mantiene importantes programas científicos en varias áreas básicas y aplicadas de la física, entre los cuales podemos mencionar: Física de la Materia Condensada, Información Cuántica, Ciencia de Materiales, Magnetismo y Superconductividad, Nano-fabricación y la Nanociencia, los Sistemas Físicos Biológicos, Física Estadística y Los sistemas Dinámicos, la Cosmología y la Relatividad, La Alta Energía y los Rayos Cósmicos, Física Nuclear y Astrofísica, Física de Partículas y Campos, Geología y Arqueología Física, Física Aplicada y la Instrumentación Científica.

El área experimental CBPF recibió una importante inversión en los últimos años, casi triplicando su capacidad experimental y creando el Laboratorio Nacional de Nanotecnología, LABNANO, junto a varios otros nuevos laboratorios multi-usuario. Esto ha atraído una gran cantidad de estudiantes de doctorado, investigadores y  visitas que enriquecen la experiencia de nuestros estudiantes, la creación de un entorno de investigación activa y atractiva. En la escena nacional y internacional, el CBPF mantiene colaboraciones con varios institutos de investigación y universidades, y ha contribuido a lo largo de los años para la formación de un gran número de investigadores en Brasil y en el extranjero, particularmente en América Latina.

Periódicamente, CBPF ha organizado una serie de escuelas y talleres que reunirá a expertos de todo el mundo, en muchas áreas, de las que podemos mencionar la Escuela de la CBPF, evento bianual que atrae a alrededor de 900 pre y post grado de todo el Brasil, la recién creada Escuela de Física Experimental, donde durante dos semanas los estudiantes pueden tener una experiencia única de inmersión en las actividades experimentales de los laboratorios CBPF, la Escuela de Gravitación y Cosmología, la Escuela de Nanofabricación, la Escuela de Microscopía Electrónica, la LISHEP la ICAME y LACAME, entre otros.

CBPF Programa de Postgrado completó en 2012, 50 años de existencia, un marco histórico de la Física en Brasil y, desde su creación, actua en el desarrollo continuo de investigación y educación de posgrado en Física como centro de investigación nacional la promoción y el intercambio de la Física, el apoyo a los grupos que trabajan en proyectos teóricos y experimentales, colaboraciones internacionales, siempre tratando de actuar para los avances tecnológicos de la sociedad Brasileña como un polo de integración entre la fenomenología y la experimentación, la atracción de visitantes, recién doctores y estudiantes .

registrado em:
Fim do conteúdo da página