Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Este segundo semestre tem boa safra de livros lançados por pesquisadores do CBPF

  • Publicado: Terça, 26 de Setembro de 2017, 19h58
  • Última atualização em Sexta, 29 de Setembro de 2017, 09h18
  • Acessos: 411

Este semestre está sendo marcado por boa safra de livros escritos por pesquisadores do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), no Rio de Janeiro (RJ). Os temas vão da física teórica e experimental ao pensamento histórico e filosófico.

Ocorre, nesta quinta-feira (28/09), o lançamento de uma dessas obras. Entrelaçamento basicamente física e história, O livro, o espaço e a natureza: ensaio sobre as leituras do mundo, as mutações da cultura e do sujeito, de Francisco Caruso e Roberto Moreira (aposentado) – ambos pesquisadores titulares do CBPF –, aponta e analisa marcos das grandes mudanças no imaginário humano. Em especial, a partir da construção do conceito de espaço (real e imaginário) e de sua influência nas descrições do mundo e da natureza.

Os argumentos apresentados pelos autores são construídos – e ganham novos sentidos – na confluência de várias questões (muitas delas com forte teor filosófico). Por exemplo, ‘Existe ou não uma relação direta entre as diversas manifestações da cultura e as concepções físico-filosóficas de espaço?’; ‘De que modo as diferentes formas de registro da escrita afetaram ou foram afetadas pelas concepções vigentes de espaço?’; ‘Em que medida a forma de pensar pode ser condicionada pela forma da escrita, influenciando, assim, a cultura e a compreensão da natureza?’; ‘De que maneira se constrói a subjetividade humana e a noção de sujeito, a partir do solo cultural característico de cada época?’

Com 174 páginas, o livro, segundo Caruso e Moreira, narra a história de uma navegação pelos meandros da escrita e dos alfabetos – em suas diferentes formas de registro –, pelos sobressaltos da cultura e pelas extraordinárias mudanças da visão que o homem tem do mundo e de si mesmo.

Caruso é também professor associado do Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e professor colaborador do programa de pós-graduação em História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

O livro – publicado pela Editora Livraria da Física, de São Paulo (SP) e voltado para todo leitor com interesse em física, história e filosofia – pode ser encontrado em diversas livrarias e na internet. Preço médio de R$ 50.

O lançamento ocorre a partir das 19h, na Blooks Livraria, Praia de Botafogo 316 (Espaço Itaú de Cinema) – com estacionamento mais próximo no Novotel, mesma rua, no número 330. Na ocasião, haverá um bate-papo com os autores, mediado pelo matemático Francisco Antonio Doria, professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

 

Capa do livro de Caruso e Moreira

(Crédito: Divulgação)

 

Física e realidade

Em Por que os físicos acreditam que as coisas existem? – breves comentários a respeito das relações entre a ciência e metafísica, o filósofo e historiador da ciência Antonio Augusto Passos Videira, pesquisador do Departamento de Filosofia da UERJ e pesquisador colaborador do CBPF, analisa as noções de realidade empregada por físicos de diversas gerações, como Max Planck (1858-1947), Albert Einstein (1879-1955) e Niels Bohr (1885-1962), para ficar em poucos exemplos.

O texto se baseia em notas de aula e discussões – estas fomentadas por textos de físicos selecionados – na disciplina ‘Filosofia da natureza II’, ministrada pelo autor para estudantes do curso de filosofia da UERJ, onde Videira também orienta alunos de mestrado e doutorado.

O livro é uma oportunidade para estudantes de filosofia fazerem contato com essa cultura denominada física, mostrando que esta não é feita só com base em um arcabouço matemático, mas está embebida em muita filosofia. A obra também será proveitosa para aqueles da área de história da ciência, bem como para pesquisadores das quatro ciências básicas que desejem acumular algum cabedal de conhecimento para além de seus ramos de atuação e formação. E, de certo modo, servirá também para alunos de ensino médio cujo interesse vai além da grade curricular.

O livro (176 páginas) faz parte da série Axioma Studies in Philosophy of Nature and in Philosophy and History of Science, da editora Axioma, ligada à Faculdade de Filosofia da Universidade de Braga (Portugal). O preço médio da obra é de 15 euros e informações sobre como adquiri-la no Brasil podem ser obtidas junto ao autor (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

 

Capa do livro de Antonio Passos Videira

(Crédito: Axioma, Braga)

 

Transições de fase

O livro Quantum scaling in many-body systems – an approach to quantum phase transitions, de Mucio Continentino, pesquisador titular do CBPF, tem agora sua segunda edição. A obra aborda o problema das chamadas transições da fase quântica a partir de uma perspectiva considerada nova e unificadora.

Publicado agora pela prestigiosa editora britânica Cambridge University Press, o livro – voltado para professionais da área e estudantes avançados de pós-graduação – foi bem recebido pela crítica não só pelo pioneirismo – foi o primeiro sobre teoria de escala aplicada a transições de fase quânticas –, mas também pela “redação inspiradora” e por cativar o leitor a “pegar lápis e papel” para fazê-lo “se debruçar sobre ideias que vêm à mente”, segundo resenha (em inglês) publicada à época em Brazilian Journal of Physics (v. 32, n. 2b, pp. 671672, 2002),

A edição que sai agora pela CUP (cerca de 230 páginas) traz acréscimos de conteúdo. Por exemplo, o capítulo sobre supercondutividade foi alargado e foi introduzido assunto muito recente das chamadas transições de fase topológicas – por sinal, tema premiado pelo Nobel de Física do ano passado.

Continentino é também membro titular da Academia Brasileira de Ciências. O livro pode ser adquirido na internet por cerca de R$ 350.

Uma descrição mais detalhada da obra pode ser lida no novo portal do CBPF: http://portal.cbpf.br/index.php/component/content/article?id=254

 

 

Capa da nova edição, que sai pela CUP

 (Crédito: Divulgação)

 

 

Curso de estado sólido

Uma evidência da boa aceitação de Introdução à física do estado sólido, de Ivan dos Santos Oliveira Júnior, pesquisador titular do CBPF, e Vitor Luiz Bastos de Jesus, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, é que o livro – também publicado pela Editora Livraria da Física – chegou à sua 3ª edição, lançada recentemente, na ‘XI Escola do CBPF’ (http://portal.cbpf.br/index.php/ultimas-noticias/251-livro-sobre-estado-solido-de-pesquisador-do-cbpf-tem-3a-edicao-na-escola)

A principal motivação de Oliveira e Jesus para escrever o livro foi a de produzir um texto de autores brasileiros para estudantes brasileiros. “Naquela época [final da década de 1990, quando os dois ministravam cursos sobre o tema], textos de física em português ainda eram raros; em particular, cursos de estado sólido”, disse Oliveira.

Com primeira edição em 2005, o livro – com cerca de 500 páginas e preço em torno de R$ 100 – atende tanto a estudantes de física e de áreas correlatas. O texto – que prima por uma linguagem didática – não dispensa, no entanto, o formalismo matemático, imprescindível para o desenvolvimento dos conceitos de um curso de estado sólido.

A 3ª edição traz uma nova seção sobre as formas alotrópicas do carbono: fulerenos, nanotubos e grafenos, materiais que já estão revolucionando a indústria e que já resultaram em dois prêmios Nobel: o de Química de 1996 e o de Física, em 2010.

Oliveira é também líder do grupo de Ressonância Magnética Nuclear do CBPF.

 

Capa da 3a edição, recém-lançada no CBPF

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página