Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

CBPF restaura fotos históricas no ano de seu 70o aniversário

  • Publicado: Quinta, 21 de Fevereiro de 2019, 19h08
  • Última atualização em Quinta, 21 de Fevereiro de 2019, 19h09
  • Acessos: 589

Como parte das comemorações de seu 70º aniversário de fundação, o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), no Rio de Janeiro (RJ), promoveu a restauração de fotos históricas que decoram paredes da instituição.

As imagens passaram por tratamento para remover marcas de desgaste provocadas pelo tempo, e novas fotos foram incluídas à coleção, garimpadas no acervo do projeto ‘Memória por Imagem’, do Núcleo de Informação C&T e Biblioteca (NIB), do CBPF.

O trabalho ficou a cargo da publicitária e designer Renata Wanderley Pascoal, sob a supervisão do vice-diretor do CBPF, o tecnologista sênior Márcio Portes de Albuquerque.

“Selecionamos fotos que vão desde a fundação da instituição até o momento atual. Com isso, temos uma parede que funciona quase como uma galeria, contando a história do CBPF, por meio de imagens”, disse Renata, referindo-se à parede do auditório do 6º andar do edifício César Lattes.

 

Imagem restaurada, no auditório do 6º andar

(Crédito: NCS-CBPF)

 

Moldura e legenda

As imagens, todas em preto e branco, tiveram moldura padronizada e receberam legendas (antes ausentes), as quais contextualizam o momento no qual foram feitas. São registros das primeiras estruturas e laboratórios, bem como de pesquisadores e servidores trabalhando. A logomarca do CBPF, com nova tipologia comemorativa aos 70 anos, também foi inserida.

 

José Leite Lopes, na galeria de ex-diretores do CBPF

(Crédito: NCS-CBPF)

 

As imagens da galeria de ex-diretores do CBPF também passaram pelo processo de restauro, com fotos sendo substituídas para seguir a nova padronização.

“No contexto das comemorações dos 70 anos, essa é uma homenagem que a instituição faz às lideranças científicas do CBPF desde sua criação – quando éramos sociedade civil ‒ até hoje, como instituição do governo  federal. Pretendemos que esse resgate da memória do CBPF se estenda a todas as fotos e imagens que estão nos corredores do prédio, com melhoria da qualidade das imagens, organização do espaço e inclusão de legendas”, disse o vice-diretor.

registrado em:
Fim do conteúdo da página