Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Ranking mostra que as públicas fazem maioria da pesquisa científica

  • Publicado: Terça, 30 de Abril de 2019, 17h43
  • Última atualização em Terça, 30 de Abril de 2019, 17h43
  • Acessos: 403

No Brasil, são as universidades e os institutos públicos ‒ e não as instituições privadas ‒ os responsáveis pela maior parte da produção científica, caso seja usado, como base de comparação, o critério ‘número de artigos publicados’.

É isso que mostra tabela elaborada por Carlos Henrique de Brito Cruz com as 100 instituições de pesquisa (públicas e privadas) que mais publicaram entre 2014 e o ano passado em todas as áreas do conhecimento.

Quando se leva em conta apenas o parâmetro ‘número de artigos’, o ranking elaborado por Cruz ‒ pesquisador da Universidade Estadual de Campinas (SP) e diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) ‒ indica que a primeira instituição privada aparece apenas na 37ª posição.

As 10 primeiras posições ‒ com publicações acima de 9 mil artigos ‒ são universidades e institutos públicos, tanto estaduais quanto federais.

A lista foi elaborada a pedido da jornalista Mariluce Moura, da Universidade Federal da Bahia, para o portal ‘Ciência na Rua’ (ciencianarua.net).

Com critérios adicionais de comparação, o ranking será publicado na próxima edição (maio) da revista Pesquisa Fapesp, na seção ‘Dados’ (http://revistapesquisa.fapesp.br/category/impressa/dados/)

Confira abaixo o ranking ainda em seu primeiro formato (as instituições realçadas em amarelo são privadas):

http://ciencianarua.net/wp-content/uploads/2019/04/100-univ-inst-com-mais-artigos-2014-a-2018-BRASIL.pdf

registrado em:
Fim do conteúdo da página