Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Centenário do modelo cosmológico de Einstein inspira debate no CBPF

Publicado: Quarta, 06 de Setembro de 2017, 12h43 | Última atualização em Terça, 12 de Setembro de 2017, 12h38 | Acessos: 1485

O Centro de Estudos Avançados de Cosmologia (CEAC) realiza, entre 13 e 15 deste mês de setembro, no Centro Brasileiro de Pesquisas Física (CBPF), no Rio de Janeiro (RJ), o simpósio 'Renascimento das Utopias'. O evento comemora os 100 anos do modelo cosmológico do físico de origem alemã Albert Einstein (1879-1955), entendido como “a primeira utopia científica do século XX”.

“A cosmologia renasce no século XX pelo inesperado projeto de uma grande utopia. É por essa razão que a abertura de 'Renascimento das Utopias' será dedicada à apresentação do modelo de Albert Einstein, bem como a uma exposição do que entendemos pelo termo vácuo quântico, chamado por ele de constante cosmológica e que permitiu a construção de seu cenário”, explica o pesquisador emérito do CBPF Mario Novello, coordenador do CEAC e organizador do evento, juntamente com Nelson Job, coordenador do grupo Transaberes.

Nos três dias do simpósio, filósofos, físicos, antropólogos, sociólogos, psicólogos, cientistas políticos e jornalistas irão refletir sobre diferentes visões das utopias e suas possibilidades no mundo contemporâneo.

A programação completa do evento, com resumo das apresentações, está disponível emhttp://cosmosecontexto.org.br/wp-content/uploads/2017/07/CARTAZ-Renascimento-das-Utopias_Internet_VERSO.pdf

O simpósio 'Renascimento das Utopias' é gratuito, com senhas distribuídas uma hora antes do início das atividades.

Abaixo, texto dos organizadores sobre o evento:

 

Renascimento das utopias 

Vivemos tempos conturbados. No mundo e, em particular, no Brasil.

A destruição de valores democráticos e a ascensão do pensamento único, arrogantemente hegemônico, torna o diálogo uma questão subsidiária, irrelevante.

Precisamos resistir e atrair a poesia que se desfaz à nossa frente, e com ela ver renascer a esperança de dias melhores.

A utopia não deve ser pensada como momento irracional. A ciência, a partir do olhar abrangente da Cosmologia, está apontando para a necessidade de repensar as bases que sustentam a construção do real a partir da transformação das Leis físicas por Leis cósmicas. 

Seguindo essa estrada, forja-se o pensamento utópico, abandonando o mito de que ele deve ser identificado como anticientífico, o que não se sustenta, como veremos nesse Simpósio.

Isso nos leva de imediato a repensar a ação política: retomar antigas utopias ou construir novas?

É Auterives Maciel quem alerta contra as utopias deliberadamente manipuladas, manuseadas pelos aparelhos estatais, evocando uma utopia revolucionária, inseparável de um devir minoritário iluminando o futuro através da abertura da sua indeterminação, criando, assim, condições para continuar acreditando na vida.

Isso nos estimula a lutar para que não atinjamos, segundo Wanderley Guilherme de Souza, o apogeu da contrautopia: o avesso de uma utopia que promete isolamento, competição e falta de empatia a seus habitantes.

 

Serviço:

Evento: Simpósio Renascimento das Utopias

Data: 13 a 15 de setembro de 2017. 

Local: CBPF (rua Dr. Xavier Sigaud 150, Urca, Rio de Janeiro, RJ).

Site: https://cosmosecontexto.org.br/renascimento-das-utopias/

Entrada é gratuita, com senhas distribuídas uma hora antes do início do evento.

 

Mais informações:

CEAC: https://www.ceacbrasil.com/

Renascimento das utopias: https://cosmosecontexto.org.br/renascimento-das-utopias/

registrado em:
Fim do conteúdo da página