Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ex-Provoc do CBPF desenvolve curso de inglês ‘ComCiência’

Publicado: Terça, 19 de Novembro de 2019, 16h51 | Última atualização em Terça, 19 de Novembro de 2019, 17h24 | Acessos: 352

Breno Mascarenhas Pontes, ex-aluno Programa de Vocação Científica do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (Provoc-CBPF), criou um curso de inglês que ensina a língua usando fenômenos, conceitos e situações da pesquisa científica, com ênfase na física.

O projeto Inglês ComCiência já está em prática em uma ONG de uma comunidade na zona norte do município carioca. Ele é voltado para jovens de baixa renda com pouco ou nenhum acesso à ciência e à língua inglesa, buscando despertar o interesse nesses dois temas.

Por meio de material desenvolvido por Pontes – que, além do domínio da língua inglesa, tem habilidades artísticas –, os alunos são introduzidos a princípios básicos do idioma e da ciência pelas mãos de duas personagens criadas por ele: Sasha, física norte-americana em visita ao Brasil, e Pedro, jovem morador do Complexo do Alemão.

 

Pontes e alunos na sede da ONG, no Complexo do Alemão

(Crédito: EDUCAP/Divulgação)

 

Expansão

O projeto tem páginas nas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), nas quais Pontes já está postando material complementar ‒ por exemplo, lições, breves biografias de cientistas etc. “Temos planos de fazer contato com outras comunidades da cidade do Rio de Janeiro ou de municípios próximos, para tentar implementar este projeto em um ou mais desses locais”, disse ele.

O ‘Inglês ComCiência’ começou seus trabalhos nas instalações da ONG Educap (Espaço Democrático de União, Convivência, Aprendizagem e Prevenção), no Complexo do Alemão. Há conversações iniciais para que o projeto seja instalado também na comunidade da Grota, em Niterói (RJ).

 

Lição do projeto Inglês ComCiência

(Crédito: Breno Portes/Divulgação)

 

Sobre o criador

Pontes foi aluno Provoc-CBPF, orientado pelo pesquisador associado Emil de Lima Medeiros. Em seu primeiro ano (2017), recebeu menção honrosa da banca avaliadora do programa por seu trabalho ‘O paradoxo dos relógios na relatividade especial: tentando explicá-lo (e resolvê-lo) de maneira simples’.

Ano passado, com o tema ‘A frequência de assaltos à barreira de potencial: um ingrediente essencial nos cálculos das meias-vidas dos processos radioativos’, foi escolhido entre os três melhores trabalhos, que foram premiados com assinaturas eletrônicas da revista Ciência Hoje.

 

Pontes (3º da esq. para dir.), alunos e membros da Educap

(Crédito: Divulgação)

 

Pontes pretende fazer sua graduação em física em uma universidade dos EUA, país em que já esteve como finalista de uma bolsa de estudos, quando terminou o ensino médio. “Essa experiência abriu minha mente de diversas formas e, quando retornei ao Brasil, estava determinado a usar meu conhecimento e minha experiência para me dedicar a uma causa solidária”, disse o ex-aluno do CBPF.

Se, dessa vez, for aceito pela bolsa, ele diz que quer usar o conhecimento e a experiência que adquirir na graduação para expandir ainda mais o projeto.

 

Cássia Ramos

Núcleo de Comunicação Social

CBPF

 

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/inglescomciencia/

Twitter: https://www.facebook.com/inglescomciencia/

Instagram: https://www.instagram.com/inglescomciencia/

Educap: https://educap.org.br/

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página