Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Começa hoje (12/06), no CBPF, o ‘Ciclo Ciência e Democracia’, com o tema segurança pública

  • Publicado: Quarta, 12 de Junho de 2019, 10h42
  • Última atualização em Quarta, 12 de Junho de 2019, 10h56
  • Acessos: 122
imagem sem descrição.

O ‘Ciclo Ciência e Democracia’ será lançado hoje, 12 de junho (quarta-feira), às 14h, no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), no Rio de Janeiro (RJ). O tema dessa primeira edição é um dos mais preocupantes problemas sociais da atualidade no Brasil: segurança pública. Participarão da mesa acadêmicos, especialistas e vítimas da violência.

Com o título ‘Segurança Publica: há solução para a violência no Brasil?’, a edição inaugural pretende seguir os objetivos gerais propostos para o ciclo: analisar e debater grandes temas sociais da atualidade brasileira, como violência, educação, drogas, feminicídio etc.

 

Participações

Os três cientistas políticos que vão compor a mesa já confirmaram presença e definiram os temas de suas falas:

‒ Jacqueline Muniz, professora do Instituto de Estudos Comparados de Administração de Conflitos, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com ‘Regimes do medo e policiamentos de exceção’;

– Jorge da Silva, professor do Laboratório de Estudos Contemporâneos (Labore/UERJ), coronel reformado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e ex-secretário de Estado de Direitos Humanos do Rio de Janeiro, com ‘Crônica da crônica de dez anos de UPP’;

‒ Orlando Zaccone, professor da Universidade Candido Mendes, da Academia Estadual de Polícia Sylvio Terra (Acadepol) e delegado da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, com ‘A solução para a violência no Brasil não virá da segurança pública’.

Os trabalhos da mesa serão mediados por Alexandre Moura Dumans, professor da Universidade Candido Mendes, diretor executivo da Sociedade dos Advogados Criminais do Estado do Rio de Janeiro e ex-presidente do Conselho Penitenciário do Estado do Rio de Janeiro.

A mesa contará também com o depoimento de Maria Dalva Correa ‒ mãe de Thiago da Costa Correia da Silva (morto na chacina do Borel) ‒, membro do Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura e da Rede de Comunidades e Movimentos contra a violência.

 

(Arte: Débora Miranda)

 

Segunda edição

O ciclo, que ocorre no auditório Ministro João Alberto Lins de Barros, foi idealizado e é organizado pela física teórica Ligia M. C. S. Rodrigues, pesquisadora aposentada do CBPF.

Cada um dos participantes terá de 20 a 25 minutos para uma intervenção inicial, e os depoimentos durarão entre 10 e 15 minutos. Ao fim das falas, será aberta sessão de debate com a plateia.

Serão divulgados em breve detalhes da 2ª edição do ‘Ciclo Ciência e Democracia’ ‒ cujo tema será ‘O passado perdido e o futuro incerto da educação no Brasil’ ‒, marcado para 26 de junho próximo, na mesma hora e mesmo local.

 

SERVIÇO:

Evento: Ciclo Ciência e Democracia

Tema: ‘Segurança Publica: há solução para a violência no Brasil?’

Dia: 12 de junho (hoje, quarta-feira)

Local: Auditório Ministro João Alberto Lins de Barros, no CBPF, à rua Xavier Sigaud 150, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro (RJ).

Horário: a partir das 14h

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página