Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Titular tem ensaio sobre Holocausto

  • Publicado: Quarta, 16 de Dezembro de 2020, 14h28
  • Última atualização em Quarta, 16 de Dezembro de 2020, 14h29
  • Acessos: 536

Francisco Caruso, pesquisador titular do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), no Rio de Janeiro (RJ), teve seu artigo ‘Onde estava Deus? – A dignidade da vida diante da máquina da morte’ publicado este mês na revista Devarim, editada e distribuída pela Associação Religiosa Israelita do Rio de Janeiro (ARI).

Caruso – que, logo nos primeiros parágrafos, apresenta-se como “um homem que não tem fé religiosa” – analisa a capacidade de manutenção da fé em condições extremas, usando como cenário de fundo o Holocausto.

O pesquisador titular utiliza de relatos de sobreviventes – tanto crentes quanto descrentes – para caminhar no terreno de tentativas de despersonificação da humanidade promovidas pelos nazistas contra o povo judeu.

 

Consentimento negado

“A barbárie dos campos de concentração nazistas ainda espera por explicação racional – caso isso seja factível. É possível que uma pessoa que tenha sido reduzida a um corpo sem cabelos, pelos, roupas, nome e fé – seja no humano, seja no divino – tenha encontrado forma moral de resistência em meio a esse martírio inominável?

A história de um sobrevivente – que, à semelhança de personagem da literatura, negou-se a dar consentimento – oferece-nos possível resposta”, escreve Caruso na introdução de seu artigo, que pode ser lido gratuitamente online.

Caruso é doutor em física pela Università Degli Studi di Torino (Itália). Além de pesquisador titular do CBPF, é também professor associado do Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IF-UERJ), membro do Pen Clube do Brasil e ocupa a cadeira 33 da Academia Brasileira de Filosofia.

 

Mais informações:

Devarim (ano 15, v. 43, dez. 2020): https://bit.ly/2LIYuE3  

registrado em:
Fim do conteúdo da página